Domingo, 17 de março de 2002.

 

PERGUNTAS E RESPOSTAS  |  SOBRE A HOMOSSEXUALIDADE  |  SOBRE A BISSEXUALIDADE  | HOMOFOBIA E PRECONCEITO  |  SAINDO DO ARMÁRIO  |  PARA OS PAIS  |  RELIGIÃO  |  ORIENTAÇÃO E COMPORTAMENTO: DIFERENÇAS

 
  Sobre a Bissexualidade

Por Nicky

"Ser bissexual dobra suas chances de ter um encontro no sábado à noite". Woody Allen


Muito se fala sobre a homossexualidade. Mas e a bissexualidade? Esse assunto, muito pouco discutido, é uma das coisas que mostram o quanto a sexualidade humana é tão mais complicada do que se pensa. Enquanto alguns gostam só de meninos e outros só de meninas, existem aqueles que são mais ecléticos e não fazem distinção de uns para outros. Muitos bissexuais costumam dizer que o que os atrai em uma pessoa é a sua beleza, e não o seu gênero. Como funciona isso?


Nem oito nem oitenta

Ser bissexual nada mais é do que sentir atração por ambos os sexos. Mas será que é tão simples assim? Se fosse, a sexualidade humana estaria restrita a esses três extremos: a heterossexualidade, a bissexualidade e a homossexualidade. Porém, quando se trata deste assunto, as possibilidades são mais extensas.

Para entender melhor, imagine a orientação sexual como sendo uma escala variando de 0 a 100, onde 0 seriam as pessoas totalmente heterossexuais e 100 seriam as pessoas totalmente homossexuais. Muita gente pensa que os bissexuais estão sempre no número 50 desta escala, sempre na "coluna do meio". Mas não é bem por aí. A orientação sexual de uma pessoa tem uma variação imensa. Existem pessoas que estão nos números 54, 66, 72, 89, etc (ou seja, são bissexuais, porém têm maior preferência por pessoas do mesmo sexo), e existem pessoas que estão nos números 41, 33, 25, 11, etc (ou seja, são bissexuais, porém têm maior preferência por pessoas do sexo oposto).

Obviamente, não existe nenhum tipo de teste para determinar o seu "grau" de bissexualidade. Se houvesse, seria bastante inútil, afinal não há sentido em se determinar uma coisa dessas. O exemplo acima serve apenas para ilustrar que a sexualidade humana não se restringe a três extremos. Os bissexuais sentem sim atração por ambos os sexos, mas não necessariamente com a mesma intensidade para os dois.


Mitos e lendas

Os bissexuais também sofrem preconceitos. Mas por incrível que pareça, este preconceito vem tanto dos heterossexuais quanto dos homossexuais. Isto acontece porque existe muita pressão sobre os bissexuais para que eles "escolham" um dos dois extremos - ou a heterossexualidade ou a homossexualidade. Muita gente acredita que a bissexualidade não existe ou que ela é apenas uma fase, e que a pessoa invariavelmente caminhará para um dos dois "lados".

Vamos então esclarecer alguns tópicos sobre a bissexualidade.


A bissexualidade não existe
Errado. Muitas pessoas descrevem a sua atração como sendo direcionada tanto para homens quanto para mulheres. Não há nada que prove que isto seja impossível.

A bissexualidade é uma fase
Depende da definição. Se você estiver se referindo à bissexualidade como comportamento, então isto pode ser verdade. No entanto, se você estiver se referindo à bissexualidade como orientação, isto não é verdade. Para entender a diferença, confira o item Orientação e Comportamento: Diferenças ainda nesta seção.

Apenas 2% da população é bissexual
Novamente, isto depende da definição. Lembrando da escala de 0 a 100 citada acima: se o que você entende por bissexual forem somente as pessoas que estiverem no número 50, então isto pode ser verdade. Mas se o que você entender por bissexual forem todas as pessoas que se encontram entre os números 1 e 99, então é o contrário: neste caso, a grande maioria da população seria bissexual.

Não existe uma regra para definir se uma pessoa é bissexual ou não: pessoas que estão no número 90 podem muito bem se considerarem homossexuais, apesar de terem uma pequena tendência (10%) direcionada para a heterossexualidade. Elas podem, da mesma forma, se considerarem bissexuais se preferirem. De um jeito ou de outro, a classificação não é importante.

Todo mundo é bissexual
Isto também não é verdade. Mais uma vez lembrando da escala de 0 a 100 acima: mesmo que você considere como bissexuais todas as pessoas que estejam no meio da escala, teoricamente devem existir pessoas que estejam no extremo da heterossexualidade (0) ou no da homossexualidade (100), apesar de serem casos raros.

Bissexuais são promíscuos, não conseguem ser monogâmicos
Ninguém é promíscuo por ser bissexual. Existem héteros, gays e bissexuais promíscuos, da mesma forma que existem héteros, gays e bissexuais monogâmicos. A orientação sexual não tem nada a ver com isso.

Bissexuais espalham AIDS
Todo mundo que faz sexo sem proteção espalha AIDS, independente da orientação sexual.

Bissexuais precisam ter um parceiro de cada sexo
Não necessariamente. Existem bissexuais que mantém relacionamento com uma única pessoa.

Ser bissexual é uma vantagem
Mais uma vez, depende do ponto de vista. Se você pensar como Woody Allen, sim. Por outro lado, os bissexuais sofrem tanto preconceito quando os gays e lésbicas. Isto nunca é uma vantagem.

 

"É mais fácil desintegrar um átomo do que um preconceito." Albert Einstein

Artigos nesta seção

Você está lendo:

Sobre a Bissexualidade
Muito se fala sobre a homossexualidade. Mas e a bissexualidade? Esse assunto, muito pouco...
© Copyright 2002 XTEENS
Todos os direitos reservados